• Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • Pinterest
  • Baboobee

Desenvolvimento Infantil: Conheça as fases e como você deve se preparar para cada uma


O desenvolvimento infantil é sempre uma das maiores preocupações dos papais e mamães. Principalmente nos primeiros anos, que são os formadores, é importante que os pequenos tenham tudo que precisam para se desenvolver muito bem.

O desenvolvimento infantil é sempre uma das maiores preocupações dos papais e mamães. Principalmente nos primeiros anos, que são os formadores, é importante que os pequenos tenham tudo que precisam para se desenvolver muito bem.


Apesar de ser um pouco difícil entender o que cada criança precisa, afinal o indivíduo é único, diversas pesquisas foram feitas para determinar as fases do desenvolvimento infantil e como os pais podem se preparar para cada uma.


Uma dessas pesquisas foi feita pelo psicólogo e biólogo suíço Jean Piaget, que elaborou uma teoria sobre as fases do desenvolvimento infantil. Ela se tornou a base para estudos sobre o crescimento e a inteligência das crianças.


Segundo sua teoria, são quatro etapas que definem os padrões de aprendizagem, o processo cognitivo e todo o seu desenvolvimento.





Etapa 1: Sensório-Motor

A primeira etapa ocorre do nascimento, até mais ou menos, os dois anos.


Neste momento, o bebê está descobrindo tudo, sobre si mesmo e sobre o mundo a sua volta. Por isso, o foco dessa etapa é a exploração.


O bebê irá treinar a coordenação motora, usando seus movimentos para gerar ações. Por isso, sua experiência irá envolver mexer em tudo, e procurar entender as reações que irão ocorrer.


Cognitivamente, o bebê começa a entender a linguagem como forma de comunicação, e começa a tentar imitar, primeiro com gritos e barulhos. Mas, isso ainda está muito pouco desenvolvido e para ele apenas existe o que ele pode ver e sentir. Por isso muitas vezes que ele chora quando está sozinho.


Por isso, estímulos são essenciais durante essa fase. Roupas, brinquedos e acessórios que promovam estímulos não são apenas para ser bonitinhos, mas estimulam a criança a experimentar e tentar sensações novas. Por isso, prefira objetos coloridos, brilhantes ou que façam barulho.


Algo que seja interessante de olhar e interagir, que vai estimular a criança a mexer.


Procure também objetos seguros. Como o instinto do bebê será tocar em tudo, colocar na boca e agarrar, deixe-o mais cercado possível com objetos que tenham uma dimensão proporcional a ele, e que não irão machucá-lo.




Etapa 2: Pré-operatória

A segunda etapa ocorre normalmente durante os 2 aos 7 anos, e é quando existe a primeira grande mudança na vida da criança. A escola.


Essa mudança traz um enorme desenvolvimento social. A partir desse momento, o desenvolvimento passa a ser muito mais cognitivo do que físico, já que a criança conhece bem o corpo e grande parte dos estímulos a sua volta.


É a fase em que a interação passará a ser com coleguinhas, e não somente com a família. Essa exposição faz com que seja a famosa fase do “porquê”. A interação com tanto aspectos novos do mundo irá despertar uma curiosidade enorme.


Por isso, nessa fase é fundamental que a esse aspecto seja o mais estimulado possível. Tudo que a criança perguntar, responda e ensine a ela a procurar as respostas. Isso irá criar um indivíduo naturalmente curioso e inteligente.


Em relação à personalidade, com essa idade, as crianças ainda têm dificuldade de ter empatia com outras pessoas. Elas não entendem o conceito do “eu” e acreditam que todas as pessoas agem da mesma forma que ela. Por isso, seus pensamentos são construídos apenas pela experiência própria.


Isso evolui mais na próxima fase.




Etapa 3: Operacional Concreto

Dos 7 aos 11 anos, a criança chega no estágio operacional concreto. Isso quer dizer que ela começa a empregar a lógica, em algumas situações básicas e concretas, por isso é tão bom introduzi-las aos problemas de matemática.


É claro que ela ainda não está com o desenvolvimento completo, e sua lógica tem limites que devem ser respeitados, mas também devem ser estimulados.


Esse estágio é fundamental, pois é quando a criança começar a usar a lógica e a pensar por si própria, porém, normalmente faz isso apenas a objetos físicos.


Por isso, Piaget sugere uma série de conceitos que podem ser exercitados para ajudar a criança a extrapolar o pensamento.

  1. Classificação: Ajuda a criança a classificar objetos de acordo com alguma característica, como o tamanho.

  2. Conservação: A criança aprende que algo pode se manter como era antes, independentemente de mudanças na aparência.

  3. Descentramento: A criança aprende a considerar múltiplos cenários para cada situação, como por exemplo, escolher uma comida pelo sabor que mais gosta, apesar de ambas terem o mesmo tamanho e aspecto.

  4. Reversibilidade: Coisas podem voltar a ser o que eram antes de serem mudadas.

  5. Transitividade: Reconhecer e aplicar relações, por exemplo, guardar os brinquedos de acordo com o tamanho.



Etapa 4: Operatório Funcional

A última etapa ocorre dos 11 anos em diante e a culminação de tudo que foi aprendido nos passos anteriores.


A lógica passa a ser aplicada mais genericamente, o aprendizado passa a ser mais completo, e a inteligência se desenvolve a ponto deles terem capacidade de formular hipóteses e ter ideias sobre assuntos que ainda não aprenderam.





Como se preparar para cada uma das fases?


Uma característica que marca todo esse processo é a paciência. Cada criança é única, e irá aprender e se desenvolver no seu ritmo, por isso, não procure forçar demais para que ela avance para a próxima etapa sem que ela esteja pronta. Um pequeno atraso é bem normal.


Mas também, não pode relaxar, então é preciso sempre reforçar as habilidades na escola e em casa.


Por outro lado, dificuldades muito visíveis de comunicação ou outra área, especialmente no primeiro contato com a escola, pode ser considerado um especialista.


É importante também lembrar que as crianças, evidentemente, não são adultos. Isso fica claro simplesmente pelo fato de que elas não são capazes de mentir. Por isso, tenha sempre em mente que elas estão se preparando para o mundo que irão encarar no futuro, e muito da percepção que ela irá ter desse mundo vai vir de você.


Além disso, a primeira fase merece uma pequena atenção especial por ser um pouco diferente das outras. Ela é muito focada no aspecto motor, enquanto as outras são mais focadas no aspecto cognitivo da criança.


Por isso, é preciso sempre garantir que o bebê é sempre estimulado a mexer e brincar, e a ser atraído por objetos vivos e interessantes.


Na Baboobee, você tem roupas muito confortáveis para que seu bebê possa se movimentar bastante, além de diversas opções bastante divertidas e atrativas para estimulá-lo ainda mais. Confira!




#desenvolvimento #desenvolvimentocognitivo #infantil

0 visualização0 comentário
Gradiente Vermelho Amarelo

Siga-nos

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • Pinterest

(41) 3010-9100 

Cadastre-se para receber novidades!

e receba um cupom de 5%off na primeira compra

© 2021 Roupa Bebê e Infantil - Baboobee